Dentista que ministrava curso de modulação hormonal é preso

GAECO
Foto: Freepik

O cirurgião-dentista que ministrava cursos e prescrevia tratamentos de modulação hormonal foi preso na tarde de sexta-feira, dia 16, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Rio Grande do Sul (GAECO-RS).

O pedido de prisão partiu da 6ª Promotoria de Justiça de Balneário Camboriú, que foi acionada pelo Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina (CRM-SC) e, posteriormente, pelo Conselho Regional de Odontologia de Santa Catarina (CRO-SC), em virtude de reiterado descumprimento de ordem judicial, uma vez que o profissional continuava a ministrar cursos sobre tratamentos hormonais no Estado de Santa Catarina, mesmo estando proibido de fazê-lo por liminar judicial pleiteada pelo CRM-SC.

Nestes cursos eram também comercializados medicamentos ao público, constituindo-se em grave risco à saúde da população.

O Conselho de Medicina apoioa a Corregedoria e Assessoria Jurídica pela diligência com que municiou o MPSC com os indícios necessários para comprovar a gravidade da situação e auxiliar para que as medidas necessárias na proteção da população e do exercício da medicina fossem preservadas.

“A afirmação de que é possível curar o câncer com tratamento hormonal é criminosa, não encontra respaldo na literatura científica e é cruel com pacientes passando por momento de tamanha fragilidade”, diz o Presidente do CRM-SC, Dr. Marcelo Linhares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *