Mais de 1.200 pacientes agendados pelo Mutirão de Pequenas Cirurgias em Florianópolis

Foto: Divulgação / Fran Martini

Os procedimentos cirúrgicos iniciaram em maio e devem ocorrer até início de setembro, na Policlínica Municipal do Continente

Com o objetivo de zerar a fila de espera, a Prefeitura de Florianópolis, através da Secretaria Municipal de Saúde retomou nesta segunda-feira, dia (18), o 1º Mutirão de pequenas cirurgias. Os procedimentos iniciaram em maio e devem ocorrer até início de setembro, na Policlínica Municipal do Continente, com equipes compostas por três cirurgiões, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Mais de 1.500 pessoas aguardavam na fila de espera para a retirada de sinais na pele, cistos sebáceos, extração de unhas ou outras pequenas lesões. Até o final de julho serão realizadas 355 cirurgias. O mutirão está ocorrendo em duas etapas. “Primeiro, é feito o contato com os pacientes para a consulta de triagem e depois é marcado o procedimento”, explica o secretário de Saúde, Carlos Alberto Justo da Silva.
Segundo ele, já foram agendadas 1.208 consultas de triagem, mas 519 pacientes não compareceram. “É um número alto de pacientes que desistiram da consulta, por isso, é importante que o paciente avise ou desmarque a consulta junto à unidade de saúde para que a vaga seja utilizada por outra pessoa”.
O secretário ressalta que além de zerar a fila de espera, o mutirão é uma oportunidade para os médicos residentes treinarem com profissionais mais experientes para que mais tarde tais procedimentos possam ser realizados nas unidades de saúde. “Nossa intenção é capilarizar os procedimentos para que outros profissionais realizem na unidade de saúde que atuam”.
Os pacientes que necessitam de atendimento similar devem ser avaliados nas unidades de saúde e se necessário serão encaminhados para a Policlínica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *